07 outubro 2009

... [ enfim o fim ] ...

Infelizmente devemos nos despedir de um esplendoroso trabalho. Acho que todos as minhas postagens foram bem resumidas para que todos entedessem.

Já a resposta da minha pergunta “SOMOS PRISIONEIROS DOS NOSSOS OLHOS?”, foi uma tarefa bem fácil, pois fiquei muito habituado com o tema proposto no meu bog.

Enfim, a interpretação do que vemos no mundo exterior é uma tarefa muito complexa. Já se descobriram mais de 30 áreas diferentes no cérebro usadas para o processamento da visão. Umas parecem corresponder ao movimento, outras à cor, outras à profundidade [distância] e mesmo à direcção de um contorno. E o nosso sistema visual e o nosso cérebro tornam as coisas mais simples do que aquilo que elas são na realidade. E é essa simplificação, que nos permite uma apreensão mais rápida [ainda que imperfeita] da «realidade exterior», que dá origem às ilusões de óptica.

Abraços, e até qualquer dia.

4 comentários:

Raul Motta disse...

Raphael,

quanto de maturidade você ganhou durante o P.A., hein? Além de ter se tornado um pesquisador extremamente competente, você se tornou quase um especialista na própria linguagem dos blogs, explorando bastante bem os seus recursos e sempre buscando uma visualidade que favorecesse a apresentação e a leitura das postagens.

Parafraseando seu título: enfim, no fim, você conseguiu passar com muita clareza o conteúdo de um tema difícil [pois envolve várias áreas de conhecimento] e de uma maneira visualmente muito elegante, clara, usando de modo muito inteligente imagens [todas elas muito bem escolhidas e totalmente pertinentes ao tema] juntamente com textos autorais curtos, porém muito informativos e esclarecedores, bem resumidos e consistentes. Como a tua pesquisa envolvia, necessariamente, as imagens, você teve a chance de usar o P.A. para desenvolver essa importante habilidade de colocar em diálogo os textos e as imagens, que é fundamental numa mídia como o blog. A imagem pode ir além de uma mera “ilustração” de um texto, ela também “fala” – e, muitas vezes, com muito mais eloqüência...

Portanto, se você, ao final de sua pesquisa, conclui que ela foi “fácil”, quero contrapor dizendo que, na minha opinião, na verdade foi você que a tornou fácil – pela sua dedicação, interesse e competência! Você encerra este ciclo com todos os méritos e brilhantismo e tenho a certeza de que você possui todas as condições de vencer outros desafios futuros se mantiver e refinar este mesmo espírito de dedicação ao que faz!

Parabéns, bons caminhos no bem e dos bons, sempre,

Raul

rose-santos disse...

Rapha,

Não tenho pslavras para dizer como me sinto em relaçção a sua pesquisa.Como bem disse Raul, seu amadurecimento de pesquisador vai muito além dos seus 14 anos.Xiii dedurei a sua idade.
Ô Rapha!! Vou sentir a sua falta, afinal que vai me ensinar tanto? Que infortúnio ;-(
Rosemary

Viviane Cristina disse...

Raphael, seu blog está espetacular. Você fez uma pesquisa maravilhosa, e eu só tenho que parabenizá-lo pelo ótimo trabalho. Espero e tenho certeza que você vai continuar sendo um menino hiper,mega,power inteligente! Beijos.
Ah, comenta no meu mural de recados, por favor, Cara De Mamão!!
Rsrsrsrs

Anônimo disse...

nice good i geer i like yuo work